Poesia em Vermelho Outonal

Oh sensação de outono começando
Cores se refletindo na natureza dos corpos
Como espelhos da alma inquieta
Transforma momentos de alquimias
Do silencio do orvalho nasce ainda minha
A esperança do poder de seu fogo
Aquecer aos poucos  por dentro
Imagens de dois copinhos queimados em Forno elétrico

Postar um comentário